ALIMENTOS QUE VICIAM QUE VOCÊ NÃO SABIA!

Estudos revelam que 14% das pessoas acima do peso são diagnosticadas com dependência alimentar, conheça os alimentos que viciam!

Um dos problemas mais sérios enfrentados pelos nutricionistas é o vício em comida, capaz de comprometer seriamente a nutrição e também a saúde de milhares de pessoas em todo o mundo. Mesmo sabendo que, “tudo demais faz mal”, muita gente continua a se alimentar com alimentos que viciam.

Você sabia que existem vários alimentos que são capazes de viciar tanto quanto as drogas? Estudos revelam que 14% das pessoas acima do peso e 37,5% das pessoas que sofrem com obesidade podem ser diagnosticadas com dependência alimentar, problema muito sério.

Conheça a seguir os alimentos que viciam e você nem sabia!

Alimentos ou bebidas com cafeína

Alimentos ou bebidas com cafeína

A cafeína pode agir diretamente em seu sistema nervoso central, causando um vício muito problemático. Os sintomas mais comuns de abstinência da cafeína são dor de cabeça, tremedeira, tontura, ansiedade e fraqueza.

Estudos comprovam que até 4 xícaras da bebida por dia podem ser consideradas benéficas, mais do que isso já é considerado um problema.

Chocolate

Chocolate

O chocolate pode ser um alimento muito saudável, se for ingerido corretamente. No entanto, estudos revelam que a região do cérebro ativada quando existe o consumo de chocolate é a mesma afetada em um usuário de cocaína.

O alimento é muito rico e pode proporcionar prazer, mas é preciso comer chocolate corretamente para não sofrer com o vício.

Bolachas recheadas

oreo

Um estudo relatou que a bolacha Oreo contém substâncias alucinógenas tanto quanto cocaína ou até mesmo morfina e, o mesmo efeito pode acontecer com as bolachas similares a Oreo.

Gorduras

frituras

Pizza, salgadinhos, batata frita, cheeseburguer e queijo são os alimentos que mais viciam as pessoas hoje em dia.

Não é preciso cortar todos os alimentos listados de sua dieta para sempre, o ideal é seguir uma dieta saudável e praticar exercícios físicos.

Quando estiver com vontade, não existe problema algum em comer moderadamente os alimentos listados.